sexta-feira, agosto 25, 2006

 

'não deixar a Lista morrer' pseudónimo

O palmer_eldricht tem razão! Não convém deixar a lista ‘morrer’. Eu diria antes esmorecer porque morrer não morre. A lista aqui do fórum faz-me lembrar aqueles gráficos pra cima e pra baixo que as empresas têm na parede ‘BD’. O lucro é tudo. E o que é que a gente lucra? Tudo, é claro. Essa história do Wikipedia fiquei ‘triste’ pá. De quem é a culpa?! O pessoal anda ocupado, trabalha demais ou a mais e o resultado está à vista. Anda-se perdido na individualidade. Por exemplo, eu. Como é que eu participo no fórum???... O pessoal que anda ‘nisto’ sabe. O que vocês podem não saber é que eu participo segundo (seguindo?) a regra dos três:1. leio sempre TODOS os vossos e-mails, salvo quando estou muito stressado, deprimido, chateado ou com nenhuma vontade de partilhar e me abrir,2. contacto sempre alguns ( 3 ou 8 ) de vocês (Leitores e Autores) mandando para o vosso endereço de e-mail pessoal as minhas dúvidas, perguntas ou ‘nóias, e textos,3. partilho ‘sempre’ com a Lista as minhas descobertas. UMA DAS COISAS QUE EU QUERIA QUE SE FIZESSE AQUI NO FORUM ERA – SEMPRE QUE ALGUÉM FIZESSE UMA DESCOBERTA, DISSESSE. Não importa se é uma descoberta científica, técnica, linguística, editorial, crítica, tema ou TÍTULO (da última Obra do Barreiros). Seria um bom motivo para interagirmos e debatermos e quem sabe criarmos uma maior polémica relacional entre nós que nos ajudasse a ‘crescer’. Bem, para ser honesto eu até ficava contente se o pessoal dissesse o que anda a fazer por mais banal que possa ser. E muito importante, pois, que haja um drama pessoal envolvido. Somos todos (...) pessoas crescidas que gosta de ler e, ou, escrever. Esse é o todo (ou a parte!) do material bruto que um Autor precisa para se inspirar e respirar. Mudando agora de assunto. Comprei ontem (comprou-mo a minha mãe) ( 16€ ) o Dicionário dos Verbos da Língua Portuguesa (Ana Maria Guedes e Rui Guedes) (1999, Publicações Dom Quixote). Hoje até sonhei com o Dicionário. É o terceiro livro que eu compro para me ajudar com as palavras. Além de muitos +- bons manuais de escrita criativa em inglês GB/USA que tenho, três portugueses da ‘silva’ são para mim a Bíblia, e passo-os a citar pela ordem em que os ‘comprei’:• DICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA, 2004, PORTO EDITORA,• DICIONÁRIO DE SINÓNIMOS E ANTÓNIMOS DA LÍNGUA PORTUGUESA, 2003, TEXTO EDITORA,• DICIONÁRIO DOS VERBOS DA LÍNGUA PORTUGUESA, 1999, PUBLICAÇÕES DOM QUIXOTE. Também tenho 1 pergunta para vos fazer. Precisava de uma sugestão para um pseudónimo. É o seguinte, uma vez o LFS escreveu um e-mail prá Lista fórum fc& f e referiu-se a mim como «L Santana», oi, eu pensei logo em adoptar essa nomenclatura como o autor dos meus textos; mas mais tarde isto à coisa de algumas semanas pensei cá pra mim Pedante por várias razões, uma, porque não me ‘ajuda’ nada a me distanciar do meu trabalho. Às vezes atrofia-me ver o meu nome nos meus trabalhos: parece-me que não têm autonomia suficiente para vingar sozinho (...). Quando pintava à uns anos atrás sucedeu-me o mesmo (talvez vos mande o texto que escrevi na altura sobre o assunto). Bem, voltando ao pseudónimo, pensei noutro, no «Silva Cineto». Silva -- porque em Sines há um brasão dos Silva por cima duma porta antiga, eles moraram cá,Cineto -- porque houve uma tribo celta que viveu cá em Sines e que se chamava Cynes (os autóctones eram os cynetos) (foram os ‘primeiros’ a povoarem (?) esta zona. O que é que acham: L Santana ou Silva Cineto?...Luís Santana P.S.- Obrigado com certeza!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?